Chefchaouen – A Cidade Azul de Marrocos

Chefchaouen – A Cidade Azul de Marrocos

28 de Abril, 2020 0 Por Diogo Teixeira

Chefchaouen – uma cidade marroquina localizada no meio do nada mas que chamou a atenção do mundo. Situada na zona norte do país, numa área montanhosa. Fundada em 1471, apenas composta por uma pequena fortaleza, foi um palco de guerra e sofrimento até ao século XIX, sendo agora um complexo magnífico de pequenas casas azuis rodeadas por imensos campos verdes e montanhas à distância.

Decidi fazer uma visita de apenas 1 dia a esta pequena cidade enquanto estive em Marrocos. Parti no segundo autocarro do dia desde Fes e chegamos lá 4 horas depois.

Ao longe, não deu para perceber que estávamos prestes a chegar à “cidade azul”, pois parece uma pequena cidade normal e degradada de Marrocos. Isto porque o terminal de autocarros localiza-se no fundo da cidade que se encontra no topo de uma grande inclinação rodeada por edifícios altos.


Após a nossa chegada, paramos no primeiro restaurante em frente ao terminal porque estávamos cheios de fome. Honestamente, tínhamos a expectativa de que o restaurante fosse caro por ser um local extremamente turístico. Contudo, conseguimos um pequeno almoço enorme por 10DH (Cerca de 1€). Ovos, queijo, pão, manteiga e doce.. tudo por 1€! Chegou para nos dar energia para subir a inclinação enorme para chegar à Medina.

Chefchaouen é muito famosa no Instagram. Quantas vezes não vimos fotografias de viajantes com aqueles padrões azuis características deste lugar? A verdade é que apenas uma pequena parte da cidade é assim. A Medina de Chefchaouen é onde se localizam todas estas casas azuis e pode-se atravessar completamente em 30 minutos. Contudo, está cheia de pequenos becos e entradas que podemos explorar, o que chega para passar uma tarde inteira.

Não posso particularmente dar-vos um roteiro sobre o que fazer em Chefchaouen. É pequena e a Medina visita-se em pouco tempo. Aconselho a irem de uma ponta a outra, a entrarem em todas as lojas, não tenham pressa, tirem muitas fotos e apenas desfrutem do que vos rodeia.

Sendo uma zona muito turística graças à sua popularidade nas redes sociais, tentem visitar durante a época baixa (de outubro a março) pois as ruas estreitas podem ser complicadas para se movimentar.

Desde Fes, paguei cerca de 80DH (cerca de 8€). A volta para Fes foi 75DH (cerca de 7,5€). Não fui com uma empresa privada (tal como muitos taxistas irão recomendar) pois o preço duplica ou até triplica – muitos deles até dizem que é impossível chegar lá se não forem com alguém que tenha o seu próprio transportes.. não acreditem neles. Fui com a CTM e a viagem foi muito agradável, num autocarro confortável e consegui dormir durante as 4 horas da volta quando já estava escuro. Não dormi durante a ida porque as paisagens eram lindas!

Dito isto, recomendo vivamente uma viagem de um dia a Chefchaouen! Vale toda a pena e podem tirar imensas fotos para rechear o vosso feed durante meses, para aqueles mais apaixonados pelo Instagram.

Boa viagem, boas fotos e desfrutem!