5 coisas que NUNCA deves fazer na República Checa

5 coisas que NUNCA deves fazer na República Checa

11 de Maio, 2020 0 Por Diogo Teixeira

Arrisco-me a dizer que ninguém faz ideia de como são os residentes da República Checa. Se vos perguntar o que já visitarem na República Checa, provavelmente vão-me dizer: Praga. A verdade é que Praga não possui muito da essência e a verdadeira cultura das pessoas checas. Em todo o resto do país, tudo é muito diferente. Algumas coisas para melhor, outras para pior.

Contudo, há coisas que aprendi (fora de Praga) que nunca se devem fazer. E algumas foram mesmo da pior maneira. Portanto, caso estejas a pensar em ficar na República Checa durante muito tempo (mais uma vez, sem ser em Praga), aqui ficam 5 coisas que NUNCA deves fazer na República Checa.


1. Fumar em qualquer lado

Sim, isto aplica-se na maior parte dos países na União Europeia. Mas na República Checa, tens mesmo de estar atento ao sítio onde estás se quiseres fumar porque muitos sítios são extremamente proibidos. Qualquer entrada de um centro comercial, a entrada da maior parte dos estabelecimentos, os parques, as estações de comboio abertas e muitos outros lugares. Não só os seguranças te retiram do local à força como até os locais te vão chamar à atenção sem vergonha nenhuma.

Contudo, não te preocupes, tudo está bem sinalizado. Mas é preciso prestar muita atenção pois alguns locais não são tão óbvios como outros.


2. Deixar a porta destrancada

Sim, isto é muito estranho. Se estiveres a fazer barulho (mesmo que seja pouco e pontual), os checos não vão ter vergonha de abrir a porta e mandar-te calar.

Isto aconteceu-me muitas vezes pois eu vivia numa residência universitária e até era mais normal, apesar de para mim ser completamente anormal abrir a porta sem bater. Contudo, vários amigos checos me contaram que é bem possível também te abrirem a porta de casa caso esta esteja destrancada, só para te dizer para fazeres pouco barulho (mesmo que já o estejas a fazer!).


3. Escolher a bebida errada

Toda a gente sabe que os checos adoram a sua cerveja. É um tesouro nacional. E eu concordo plenamente! Logo, vai ser obrigatório, à refeição, pedires cerveja para acompanhar.

Isto aconteceu-me apenas duas vezes quando pedia a minha refeição no restaurante. Por duas vezes que não me apeteceu cerveja e pedi outra coisa. E os garçons levaram a mal, pois eu era estrangeiro e acharam que eu não gostei nada da cerveja deles pois não estava a pedi-la. Não foi um diálogo muito agressivo mas deixou o ambiente bem pesado.

Eu ainda achei que a primeira vez foi porque o rapaz estava mal humorado, mas quando aconteceu a segunda vez, jurei por nunca mais! Jedna pivô prosím!


4. Falar muito alto em público

Os checos têm uma particularidade – são muito calados e falam muito baixo. A não ser que não estejam sóbrios! Nós portugueses somos completamente o contrário – extremamente barulhentos, sempre! Nós falamos alto por natureza e quando algo tem piada, a coisa chega a extremos.

Muitos estranhos já refilaram comigo por falar muito alto ou fazer muito barulho, e acreditem que eu sou uma pessoa muito calma!

Portanto, tenham em atenção o vosso tom de voz. Quanto mais sossegado for o local público, menos barulho temos de fazer.


5. Consumir algo que não pediste

É muito normal em todos os restaurantes, trazerem-te alguns petiscos ou até cervejas antes de fazeres o pedido. Muitas pessoas pensam que isto é um presente de boas vindas mas não se deixem enganar pois vocês vão pagar aquilo no fim. Mesmo que não consumam, só por ter ficado na vossa mesa, já vai ser adicionado à conta.

Portanto, quando chegam com as bebidas/petiscos, mandem ir imediatamente para trás. Assim, já não vão pagar algo que não pediram e que na verdade não é nenhuma prenda.


E estas são algumas das coisas que NUNCA deves fazer na República Checa, seja em que cidade for. Achas que foi útil? Gostava de ouvir a tua opinião!

Caso ainda não tenhas decidido ir à República Checa, tens uma bela oportunidade todos os dias para o fazer! O país é lindo durante todo o ano e existem vários destinos que podes escolher.

A Regiojet conecta o país inteiro entre si por preços extremamente económicos com a sua enorme frota de autocarros amarelos. E consegues encontrar alojamentos muito baratos em todo o país com a Hostelworld e a AirBNB, que são os que mais recomendo.

Gostavas de saber mais ou tens alguma questão? Deixa um comentário!