Retrospetiva 2019 – Viagens & Datas Especiais

Retrospetiva 2019 – Viagens & Datas Especiais

Dezembro 25, 2019 0 Por Diogo Teixeira

Estamos a uma semana de acabar o ano. Nesta altura gosto sempre de olhar para o que fiz durante o ano e recordar os melhores momentos. Antes de ter criado o blog, fazia algo deste género apenas numa publicação de Instagram mas desta vez achei por bem fazer algo mais extenso.

Neste post irei recordar todas as viagens que fiz este ano e também as datas e acontecimentos que mais me marcaram, por ordem cronológica.


O Fim de uma experiência marcante (Janeiro, 2019)

O início do ano começou de uma forma muito estranha. Eu não queria nada que chegasse Janeiro pois sabia exatamente o que me esperava – a minha mobilidade ERASMUS estava prestes a terminar.

Os primeiros 15 dias de janeiro foram basicamente uma grande despedida e passaram a correr. As coisas ficaram ainda mais difíceis quando dois dias antes de eu partir, aconteceu a minha festa de despedida na residência. Foi emocionante e despedaçou-me o coração saber que era a última festa em que eu ia estar.

K2 Club – Outubro, 2018

Praga, República Checa (Janeiro 2019)

Durante estes últimos 15 dias, decidi voltar a Praga durante um dia para me despedir desta cidade linda. O que encontrei? Praga completamente coberta de neve pela primeira vez!

Fui sozinho. Visitei a cidade toda, de cima a baixo, completamente a pé. Comecei bem cedo de manhã e apenas terminei à noite, voltando no mesmo dia a casa. Fui a todos os sítios que mais gostei e até a mais alguns que nunca tinha visitado como a Petrín Tower e a Television Tower. Voltei à biblioteca municipal, ao Letín Park, à Dancing House e ao Museu Nacional.

Por incrível que pareça, encontrei vários portugueses durante o dia que fui conhecendo sempre que passava por Praga.

Foi esta a primeira viagem de 2019 mas a mais triste de sempre. Praga vai ficar sempre no meu coração.

Subida à Petrín Tower – Praga, República Checa (Janeiro 2019)

Amesterdão, Holanda (Janeiro 2019)

Apesar de já ter passado um bom tempo em Amesterdão no passado, decidi voltar por 3 razões:

  • Visitar os meus amigos holandeses de longa data;
  • Presenciar o National Tulip Day no The Dam;
  • Andar de barco nos canais durante o Amsterdam Lights Festival.

Eram razões mais do que suficientes para voltar. Além disso, ficava mais barato ficar em Amesterdão 4 dias do que comprar um voo direto de Praga para Portugal.

Foi das pouquíssimas vezes que viajei sozinho. Incrivelmente, foi o único lugar para o qual viajei sozinho mais do que uma vez. Apanhei um autocarro em Praga para Amesterdão perto das 20h e cheguei às 5h30 da manhã. Eu tinha comigo a minha mochila e uma grande mala de ombro com todas as coisas que não consegui enviar para Portugal, o que ainda era bem pesado. Eu escolhi o meu hostel estrategicamente que ficasse perto da paragem mas, devido ao peso, demorei mesmo muito tempo a chegar. Como estava escuro, eu caminhava ainda mais devagar.

Fiquei num hostel a 1 hora do centro (a pé). Todos os dias fazia aquele caminho de manhã cedo para o centro. Quando viajo sozinho é um ritual que tenho – uma longa caminhada de manhã.

No primeiro dia, era o National Tulip Day. E.. meu deus! Nunca vi aquela praça tão linda! Tulipas por todo o lado de todos os tamanhos e feitios e podíamos levar as que quiséssemos para casa sem pagar nada! Foi algo bem engraçado e que já fez valer a pena a viagem.

No dia seguinte, encontrei-me com os meus amigos que moram no Sul da Holanda e vieram de propósito para me verem. Fomos, durante a noite, dar uma passeio de barco durante o Lights Festival. Tenho a dizer que foi das experiências mais únicas que alguma vez tive. A criatividade deste festival sai completamente da caixa. É algo que adorava fazer novamente no futuro e vale muito a pena!

Depois deste passeio, eles voltaram a casa e eu retomei a minha viagem. No terceiro dia, visitei o NSDM, utilizando o barco gratuito para atravessar o rio e apreciei o sunset visto de lá. O quarto e último dia deu lugar a uma última viagem.

Amesterdão, Holanda – Janeiro 2019

Roterdão, Holanda (Janeiro 2019)

Vou ser sincero. Amesterdão apesar de ser um must-go, não serve para ficar muitos dias. Eu já tinha visitado a cidade antes e visitar uma segunda vez sozinho não é muito excitante. Por isso, decidi apanhar um autocarro de manhã para ir dar um passeio a Roterdão. A melhor decisão durante esta viagem!

Adorei a cidade que, apesar de pequena, é um bafo de ar fresco comparando com o resto do país. Uma cidade moderna que mantém os costumes holandeses intactos – uma completa mistura de gerações a meu ver. O tradicional Markhtal Market mantém-se verdadeira à sua identidade e a arquitetura única das cube houses fazem qualquer um mirar.

1 dia chegou perfeitamente para Roterdão que muitos me disseram não valer a pena mas eu não me arrependo nada!

Roterdão, Holanda (Janeiro 2019)

Malta (Fevereiro 2019)

Não demorou muito até eu voltar a viajar após voltar a Portugal. Durante o mês de Novembro de 2018, aconteceu o tradicional Black Friday da Ryanair. O que eu encontrei? Malta, ida e volta a 10€ para Fevereiro. Nem pensei, foi impulsivo.

Estive lá durante 5 dias e consegui visitar, literalmente, o país todo. É bastante pequeno e tudo é bem acessível se tivermos paciência com as ruas estreitas para transportes largos. Muita coisa aconteceu nesta viagem, tanto positivo como negativo. Muitas histórias para contar que merecem um post único mas posso adiantar que é um dos países do sul mais belos do continente Europeu.

Eu fiquei alojado em Sliema, mesmo em frente ao mar. Não estava dentro do caos de Valletta mas também não estava longe das coisas interessantes. Destaco a viagem de barco às ilhas no norte – Gozo & Comino (que começavam mesmo em frente à minha porta).

Blue Lagoon – Malta (Fevereiro 2019)

Bruxelas, Bélgica (Março 2019)

Esta viagem foi algo especial. Foi o reencontro entre mim a minha namorada de longa distancia após eu ter voltado a Portugal.

Só isso deu a esta escapadinha de fim-de-semana uma vibe inesquecível. Quando me perguntarem qual foi a viagem que mais gostei em 2019, vou sempre referir esta como uma das melhores mesmo pela razão de ter acontecido.

Apanhamos chuva e granizo mas nem isso nos parou de ir para a rua comer waffles, tirar grandes fotos e desfrutar dos momentos.

Outra viagem que merece o seu próprio post. Bruxelas é grande, linda e inacreditável. Um must-go na Europa!

Bruxelas, Bélgica (Março 2019)

JUNISCAP Business Solutions (Março 2019)

Pouco depois desta viagem a Bruxelas, recebi um telefonema que ansiava há um mês. Era a resposável de Recursos Humanos da JUNISCAP a informar-me que tinha acabado de ser recrutado para fazer parte da Júnior Iniciativa do ISCAP.

Pulei de alegria! Finalmente fazia parte do Movimento Júnior! Era um mundo que já me fascinava desde que ingressei no ensino superior. Infelizmente, quando entrei no ISCAP, a júnior iniciativa que existia no ISCAP tinha extinguido recentemente e nunca tive a oportunidade de fazer parte, nem tinha a coragem para começar algo do zero. Portanto, quando surgiu esta oportunidade, nem pensei duas vezes.

A JUNISCAP este ano fez-me crescer imenso profissionalmente e criar laços de amizade que vão durar para a vida. Recentemente tornei-me diretor comercial e estou ansioso para construir a minha nova equipa comercial em Janeiro de 2020.

Departamento Comercial – JUNISCAP 2019

ROADTRIP: República Checa – Áustria – Itália – França (Abril 2019)

Trajeto completo: Ceské Budêjovice – Hallstatt – Bressanone – Lago Di Garda – Genoa – Cannes – Grasse – Monaco – Montpellier – Carcassone – Toulouse

Das primeiras coisas que fiz mal voltei a Portugal foi planear quando ia voltar à cidade que me acolheu durante 5 meses. Decidi abdicar das férias da Páscoa em Portugal para passar 2 semanas em Ceské Budêjovice, contudo isto transformou-se numa Roadtrip pois a minha namorada decidiu voltar para Toulouse antes da sua mobilidade acabar.

Por isso, esperou por mim para iniciarmos viagem de volta a casa dela. Decidi perder o voo de Praga para Portugal e rumar a Toulouse numa roadtrip inesquecível por 4 países incríveis, passando por lugares que eu sempre quis visitar.

Ficamos ainda 3 dias em Ceské Budêjovice para nos despedirmos das pessoas que ainda lá estavam, dar uma última volta pela cidade e depois rumamos ao primeiro destino – Hallstatt – um dos meus maiores sonhos e as fotos falam por si.

Depois o resto foi por acidente. Ficamos a dormir em Bressanone em Itália, entre as montanhas e demos um pequeno passeio a pé entre cascatas. Pouco depois passamos por Lago Di Garda e depois por Genoa.

Mal chegamos a França, decidimos percorrer toda a costa Sul e parar em alguns pontos chave: Cannes (mais as ilhas), Grasse, Monaco, Montpellier, Carcassone e, finalmente, Toulouse. Foi a primeira vez que eu tinha colocado os pés em França. Mais uma vez, uma história para outro dia.

Hallstatt, Austria (Abril 2019)

Momondo Open World Travelers (Maio 2019)

Pouco depois de ter retornado desta grande Roadtrip, soube que tinha entrado num dos melhores Programas de Embaixadores para viajantes e criadores de conteúdo – o Momondo Open World Travelers.

Este programa ensinou-me mesmo muito sobre escrita e fotografia de viagem através da partilha de conhecimentos que obtive da interação com toda a comunidade de viajantes, bloggers e criadores de conteúdo em Portugal. Foi uma oportunidade de aprendizagem e networking simplesmente incrível.

A temporada deste ano acabou em Novembro mas espero muito poder ingressar na terceira temporada em 2020!

Foto utilizada para anunciar a minha entrada no Programa OWT – Bressanone, Itália (Abril 2019)

Queima das Fitas (Maio 2019)

Os meses antes desta Queima das Fitas foram complicados. Eu não tinha a certeza se queria acabar os estudos ou continuar. A indecisão permaneceu na minha mente durante muito tempo mas acabei por continuar e não cartolar no Cortejo.

Tal como todas, foi especial. É sempre um momento alto do ano. Existem sempre despedidas, visitas inesperadas e longas noites com dias ainda mais longos. Muitos dos meus colegas e amigos acabaram os estudos e decidiram voltar para as suas terras. O cortejo foi difícil para mim devido a isso. Cada cartolado, era mais uma despedida.

Por outro lado fiquei contente por ainda não ter chegado a minha vez.

Cortejo Académico do Porto 2019 (Maio 2019)

ROADTRIP: França – Espanha – Portugal (Junho 2019)

Trajeto completo: Toulouse – Normandie – Mont Saint Michel – Dune do Pilat – Gernika – Bilbao – Mirando do Douro

Nesta altura tinha acabado o semestre e o da minha namorada também. Por isso, decidimos que eu ia ter a Toulouse e voltaríamos de carrinha para Bragança onde ela tem casa.

O problema – não haviam voos baratos. A alternativa mais barata era um autocarro direto Flixbus por 24.99€ de Porto para Toulouse que iria demorar 18 horas. Ora, não tinha outro remédio.

Cheguei a Toulouse extremamente cansado mas decidimos partir no mesmo dia para o Norte de França rumo à Normandia. Chegamos de noite mas dormimos junto a um moinho com vista para o incrível Mont Saint Michel. Só visto porque ninguém vai acreditar o quão grandioso e belo este lugar é.

Depois disso, a road trip continuou de volta ao sul até uma das dunas mais gigantescas que alguma vez vi em território Europeu – Dune Du Pilat (na verdade é a maior da Europa!)

Logo no mesmo dia, rumo a Espanha com paragem em Gernika e Bilbao. Infelizmente, devido à pressão do tempo, rumamos logo para Portugal com apenas uma paragem em Miranda do Douro – terra da minha mãe que já não visitava há 14 anos!

Mont Saint-Michel, Normandia, França (Junho 2019)

Licenciado em Comunicação Empresarial (Junho 2019)

Pouco antes de acabar o mês, era finalmente oficial que, após 3 longos anos intensos, eu estava Licenciado em Comunicação Empresarial.

Apesar de já saber que ia conseguir há algum tempo, o sentimento de missão cumprida apenas chegou quando vi todas as notas lançadas. Muita gente duvidava que eu era capaz por estar metido em 1001 coisas ao mesmo tempo, faltar imenso às aulas e estar sempre a viajar mas a verdade é que com as tarefas bem organizadas e com o foco no lugar certo, tudo se consegue e é assim que tenciono ser profissionalmente. Saber fazer o balanço entre o trabalho e tudo o resto que me faz feliz.

Este foi o primeiro grande passo do qual me orgulho imenso.

Merchandising de Finalista de Comunicação Empresarial 18/19

Mini ROADTRIP: Parque Natural da Peneda Gerês (Julho 2019)

Trajeto completo: Porto – Braga – Gerês

Quando temos muito tempo nas nossas mãos, porque não? Eu sempre quis mostrar algo mais do Norte à minha namorada pois ela apenas conhecia a zona de Miranda do Douro, Mogadouro e os arredores. Faltava-lhe ainda muito por descobrir!

Sempre lhe falei muito sobre o Parque Nacional da Peneda Gerês, por isso decidi mostrar-lhe a melhor região do Norte. Paramos primeiro em Braga e depois seguimos rumo ao Gerês onde lhe mostrei a Aldeia e Miradouro de Fafião, a Cascata do Tahiti, Cascata do Arado, Miradouro da Pedra Bela, Mata da Albergaria, São Bento da Porta Aberta, Vilarinho das Furnas e Ponta da Misarela.

Infelizmente, não podemos continuar porque fomos picados por várias vespas quando voltávamos da Ponte da Misarela. Contudo, próximo verão tenciono mostrar-lhe tudo o que falta!

Ponta da Misarela, Parque Nacional da Peneda Gerês (Julho 2019)

Mini ROADTRIP: Aveiro (Julho 2019)

Trajeto completo: Porto – Águeda – Costa Nova – Maceda

E o mesmo aplicou-se para esta zona. Ela não conhecia portanto, porque não voltar e mostrar? Ela já tinha ido a Aveiro, contudo não conhecia as zonas mais escondidas do Distrito. Por isso, decidi mostrar-lhe as ruas lindas de Águeda, as casinhas coloridas da Costa Nova, a enorme Praia da Barra e os melhores spots de Surf em Maceda.

Tudo isto num dia e ainda dormimos em Maceda no meio de um bosque completamente isolados do mundo a olhar para as estrelas durante a noite.

Águeda, Aveiro, Portugal (Julho 2019)

Ingresso em Mestrado (Agosto 2019)

Em Agosto de 2019, chegaram outras notícias incríveis. Apesar de já saber em Junho que estava seleccionado para ingressar no Mestrado que queria (Assessoria em Comunicação Digital), houveram vários problemas que não permitiram a aprovação da minha candidatura logo em Junho, principalmente o lançamento de todas as notas.

Esta aprovação significava que ainda ia permanecer pelo menos mais 2 anos no ISCAP e ia continuar com todos os projetos académicos em que estava envolvida que era o que mais me motivava para ficar na altura.

Agora, rumo a Mestre!

Merchandising de Comunicação Empresarial do ISCAP (2019)

Mini ROADTRIP: Capital (Agosto 2019)

Trajeto Completo: Porto – Sintra – Cabo da Roca – Lisboa – Portalegre – Bragança

A capital era outra região que a minha namorada desconhecia e eu muito menos. Já tinha feito alguns passeios por Sintra e Lisboa mas nunca tinha visitado alguns pontos principais.

Por isso, rumamos diretamente a Sintra e visitamos a Quinta da Regaleira, algo que já queria fazer há anos desde que visitei o Palácio da Pena! Depois, fomos diretos ao Cabo da Roca e passamos lá a tarde. Rumamos a Lisboa ao fim do dia e dormimos perto do Lx Factory.

No dia seguinte, exploramos Lisboa e alguns cantinhos especiais como a Baixa, Torre de Belém, Praça do Comércio e o resto do centro da cidade. Ficamos lá outra noite até rumarmos de volta a Norte.

O nosso próximo objetivo seria Lisboa – Bragança, contudo decidimos parar em Portalegre para visitar a aldeia de infância da minha mãe onde ainda vivem alguns familiares.

Lisboa, Portugal (Agosto 2019)

Festa da Aldeia (Agosto 2019)

Passei a maior parte do Verão numa pequena aldeia em Bragança chamada Teixeira. Era onde a minha namorada tinha uma casa de férias.

Todos os anos no dia 24 de Agosto decorre uma festa tradicional na aldeia que junta centenas de pessoas que são relativas a familiares da aldeia ou simplesmente amigos. Os meus pais vieram à festa e também conheceram os familiares e amigos da minha namorada pela primeira vez.

Foi uma das experiências mais únicas que alguma vez tive. Estavam presentes várias gerações mas todos estavam com o mesmo sentimento da alegria e vontade de dançar e cantar. Foi muito comovente e um dia e noite que não vou esquecer.

Espero poder voltar para o ano!

Teixeira, Bragança, Portugal (Agosto 2019)

ROADTRIP: Portugal – Espanha – Andorra – França (Agosto 2019)

Trajeto completo: Mirando do Douro – Peñafiel – Andorra – Toulouse

Depois da festa, foi altura de ela voltar a casa e decidi acompanhá-la. Devido à fronteira do Norte estar cortada, tivemos de ir mais por Sul. Decidimos também fazer algo diferente – não usar GPS.

Apenas tiramos algumas indicações de um mapa que compramos da Península Ibérica e seguimos pela estrada nacional desde Miranda até Toulouse. Paramos numa pequena aldeia em Peñafiel para dormir e aconteceu algo bem engraçado. Passem por esta publicação no Instagram para lerem.

No dia seguinte, visto que estavamos tão perto de Andorra, decidimos passar pelo país para entrar em França e ver algumas vistas incríveis como a da foto em baixo. Adorei lá passar e gostava de ter ficado mais tempo mas não era possível.

Andorra (Agosto 2019)

Festival de Cinema e Aventura (Setembro 2019)

Este Festival que acontece anualmente em Matosinhos já era algo que antecipava à vários meses devido ao seu grande foco nas viagens e Digital Nomads. Participei durante um dia a assistir a alguns filmes e no Insta Meet que realizaram em Matosinhos.

Foi uma experiência engraçada e, sem dúvida que irei participar na próxima edição que já está marcada no meu calendário para 2020.

Mercado de Matosinhos (Setembro 2019)

Istambul, Turquia (Setembro 2019)

Esta foi uma das viagens a solo mais desafiantes da minha vida. Fui para Istambul numa viagem completamente financiada pelo programa ERASMUS+ para participar num projeto de jovens trabalhadores.

Em Setembro publiquei um artigo aqui no Blog que foi literalmente o diário que escrevi enquanto decorria a viagem de forma a não faltar nenhum detalhe e ser capaz de transmitir tudo o que estava a sentir em cada momento.

Vale bem a pena dar uma vista de olhos! Não só pela experiência em si mas também pelo destino.

Istambul, Turquia (Setembro 2019)

Toulouse, França (Outubro 2019)

Em Outubro voltei novamente a Toulouse para visitar a minha namorada. Foi uma viagem normal mas em que ela tirou mais algum tempo para me mostrar várias coisas na cidade.

O que mais me deslumbrou foi o Jardim Japonês que é um local mesmo único e que se destaca na cidade. Toulouse possui imensos espaços verdes o que é um fator que me faz apreciar mesmo muito este lugar. Contudo, este jardim é sempre um sítio que quero ir quando volto desde que lá fui pela primeira vez.

Também visitamos o Museu do Jardim Botânico que tenho a dizer que é um dos museus mais impressionantes que já visitei! Não quero estragar a surpresa a ninguém, por isso, visitem! Não se vão arrepender.

Toulouse, França (Outubro 2019)

ISP 4.0 – Porto, Portugal – Eu-CAB (Outubro 2019)

Um ano antes de tinha-me candidatado a um projeto ERASMUS onde ia ter a oportunidade de viajar para 5 países durante 2 anos e efetuar um trabalho de investigação para determinar se existe um identidade Europeia. Infelizmente, fiquei como suplente.

Contudo, um ano depois fui chamado para substituir uma colega que teve de desistir. O próximo study program (dos países envolvidos) iria decorrer no Porto.

Foi uma experiência incrível que conto ao detalhe neste artigo que publiquei no Linkedin na altura.

Cais de Gaia – ISP 4 (Outubro 2019)

I Remote Shift (Outubro 2019)

No mesmo dia em que o Study Program terminou, eu partia para Lisboa para participar na organização da primeira conferência internacional em Portugal sobre Trabalho Remoto.

Para mim, foi um grande privilégio de poder ajudar em algo que tem como objetivo difundir este método de trabalho e estilo de vida em Portugal. É uma grande paixão minha e o meu sonho, um dia, ser um trabalhador remoto trabalhando onde quero, quando quero e da forma que eu quero.

Foi um fim-de-semana incrível em Lisboa onde tive a oportunidade de não só participar num evento de sucesso mas também conhecer muitas pessoas experientes e grandes profissionais. As suas histórias inspiraram-me a continuar a persistir para atingir o meu sonho.

Até para o ano, Remote Shift!

Equipa de voluntários – Remote Shift 2019

Restruturação da COMAP (Outubro 2019)

Quem me conhece sabe que o que me fez começar a ser o que sou hoje foi a COMAP – Committee for International Students of ISCAP. O bichinho por conhecer o mundo, a ambição de estar envolvido em algo que marca as pessoas, o desejo de aprender mais, etc – tudo isto partiu daqui mesmo.

A COMAP é um projeto para o qual entrei em 2017 e que contava apenas com uma equipa de apenas 3 pessoas e depois expandimos para 5 pessoas. Passados alguns meses assumi a Presidência e expandimos a equipa para 7 pessoas.

Quando assumi a Presidência, decidi que queria levar este projeto ao máximo do seu potencial. Durante este ano que assumi a Presidência, a COMAP passou a ser reconhecida no nosso campus e uma associação reconhecida pelo seu grande trabalho para com a comunidade internacional do ISCAP, o que me deixa muito orgulhoso da equipa que tive ao meu lado.

Contudo, em Outubro chegou a altura de ceder o meu lugar e levarmos a COMAP a um nível ainda mais alto. Deixei a Presidência, fundamos uma estrutura departamental e passamos a ter uma equipa de 20 pessoas, cujo recrutamento acabou em Dezembro deste ano. Ver este meu bebé crescer desta forma em apenas 1 ano foi o meu maior feito este ano. Agora, sendo eu diretor do departamento de Comunicação, espero que em 2020 consigamos fazer mais, sermos melhores e conseguirmos chegar a todos os alunos!

Última reunião como Presidente (Outubro 2019)

Growth Bootcamp (Novembro 2019)

Este Growth Bootcamp foi o primeiro grande evento em que participei no Movimento Júnior desde que entrei na JUNISCAP. Não contava que fosse uma das highlights do meu ano mas a verdade é que foi.

Apercebi-me que o Movimento é algo muito maior do que qualquer outra coisa que já estive envolvido. É um mundo de oportunidade e desenvolvimento. Foi sem dúvida um evento que me permitiu estar motivado e melhor informado para enfrentar o meu novo papel na Juniscap.

Apesar disso, o jantar foi muito divertido! Não é só trabalho, também é necessário momentos destes! Daquelas noites que eu não sei como voltei para a cama!

JUNISCAP no Growth Bootcamp em Lisboa – Novembro 2019

Toulouse, França – 1 Ano (Novembro 2019)

Voltei a Toulouse novamente 1 mês depois. Desta vez celebramos 1 ano de namoro. É mesmo muito tempo, especialmente quando se tem uma relação à distância onde o tempo parece demorar sempre mais a passar.

Tem sido difícil estarmos sempre lá e cá mas há coisas que valem a pena e este ano difícil valeu, sem dúvida, tudo isto.

Contamos que no próximo ano seja bem mais fácil a nossa relação visto que vou ter um horário mais leve depois de Maio e temos bastantes viagens planeadas antes disso!

Toulouse, França (Novembro 2019)

Direção AEISCAP (Dezembro 2019)

Em Outubro deste ano recebi um convite que muitos esperam ter quando entram no ISCAP – ser convidado para uma candidata à Direção da Associação de Estudantes do ISCAP.

Honestamente, eu já não esperava um convite deste há 3 anos pois não via a AEISCAP com bons olhos. Nos 2 primeiros anos, a AEISCAP não mostrava qualquer proximidade com os alunos e outras entidades e nucleos de estudantes dentro do complexo do ISCAP, contudo isso claramente foi diferente no terceiro ano.

Ainda assim, não ansiava um convite pois já me considerava bastante “velho” para receber um convite nesta altura. Contudo, ele surgiu num evento que a AEISCAP organizou em conjunto com a COMAP – O Meeting Point.

Eu aceitei por duas razões – a grande mudança do conceito que apelava à proximidade com os estudantes como principal prioridade e a inovação, sendo que mais de 50% da equipa era constituída por elementos novos que nunca integraram a AEISCAP.

2 meses passaram e as campanhas iniciaram em Dezembro. Tinhamos um grande concorrente à nossa lista que realizou uma campanha muito bem conseguida, o que fez com que os resultados apenas determinassem a vitória da nossa lista por apenas 40 votos de diferença num Universo de 5000 estudantes, com 892 votos totais.

Nós quando soubemos os resultados quase destruimos com o restaurante. A emoção foi enorme. Após uma campanha tão difícil, soube muito, muito bem.

Agora inicíamos atividade em Janeiro após a Tomada de Posse. Um bem haja a outro grande desafio para 2020!

Celebração da vitória da Lista P para a Direção da AEISCAP 2020 (Dezembro 2019)

Planear o futuro (Dezembro 2019)

Chegamos então aos últimos dias Dezembro onde não se passou muito. Foquei-me imenso nos estudos pois o semestre estava quase a acabar.

Comecei a estabelecer objetivos para o próximo ano tanto com o blog, o rumo da minha carreira e as viagens que tenho planeadas (já tenho a maior parte do ano preenchido!). Irei partilhar tudo isto neste blog noutra altura mas por enquanto tenho a dizer que este ano não foi o meu melhor. Não deixou de ser um ano cheio de aventuras e bons momentos mas pareceu mais um ano de estagnação onde passei a maior parte do tempo a readaptar-me à vida em Portugal como trabalhador-estudante depois do ERASMUS.

Apesar disso, não posso dizer que foi um ano deitado ao lixo – muito pelo contrário. Como se pode ver por este artigo todo, consegui viajar imenso, ter momentos incríveis e ainda aproveitar muitas oportunidades e crescer como pessoa. Contudo, é difícil ter um ano melhor do que o de uma mobilidade de estudos a viver no estrangeiro e isso é compreensível.

Ainda assim, estou muito entusiasmado para o ano de 2020 que será cheio de desafios e certamento algumas surpresas!

Por último, um ótimo ano de 2020 a todos vocês e obrigado por estarem desse lado!


Ofertas de viagens & dicas para poupares!

Inscreve-te e recebe várias ofertas de viagens, dicas para poupares em viagem, descontos e novidades todas as semanas.

Concordo em partilhar a minha informação MailChimp ( Mais informações )

A tua informação é confidencial e nunca será partilhada.